Faça seu Registro Aqui

bandeira-brasil-imagem-animada-0009
Encontre-nos
Bem-vindos, Amigos!   Informamos que Só atenderemos pedidos de Informações de Seguidores Registrados no Blog
e se forem solicitados única e exclusivamente através do nosso Email.   Registre-se logo abaixo à Direita.

16 setembro 2014

Como Recuperar HD Interno/Externo Danificado ou os Arquivos Neles Perdidos

             


Um belo dia aquele HD que continha seus dados deu “piripac” e você lembrou que não tinha cópia dos dados… e agora, o que fazer?

Antes de se desesperar, faça alguns testes para saber se o mesmo tem recuperação. Existem alguns testes básicos que você mesmo pode fazer e assim ter informações suficientes para a tomada de decisão.

Antes, porém, uma dica universal: NÃO FORMATE!

E outra: Nunca, jamais, sob hipótese alguma desmonte o disco, pois ele é fechado hermeticamente para evitar danos nos discos (que são magnéticos e atraem tudo quanto é tipo de sujeira).

Todo HD, para ser reconhecido pela BIOS, deve:

a) ser alimentado (energia elétrica);

b) estar jumpeado ou pelo menos ser reconhecido automaticamente em nível de conexão (primário, secundário, sata, ide, sas (novo scsi), etc);

Se ele não aparecer na tela inicial da BIOS existem boas chances de a placa eletrônica (alguns chamam de placa lógica) – (externa – de circuitos eletrônicos, geralmente da cor verde) estar danificada ou a CMOS não conseguiu identificá-lo adequadamente (HD Sata são automaticamente reconhecidos).

Como testar um HD para saber se está danificado?


Primeiramente entre na BIOS e verifique se ele está sendo detectado (o local depende muito do fabricante da BIOS), mas geralmente no primeiro item da tela da BIOS ou em STANDARD CMOS FEATURES (PHOENIX – AWARD BIOS) ou MAIN (American Megatrends Inc.) Então verifique os seguintes ítens:

1º Teste: Ele aparece na BIOS? Se a resposta é sim, o problema já não está na placa lógica/eletrônica externa.

2° Teste: Ligue o cabo de energia nele e observe se o HD vibra. Se ele não vibra (como se os discos estivessem rodando), então o problema pode ser apenas na placa lógica/eletrônica externa.

Se ele vibra, mas não faz barulho: Coloque-o no ouvido (ou use um estetoscópio) e verifique se está fazendo algum ruído. Se o houver ruídos do tipo estalos, provavelmente a cabeça de leitura está se movendo e causando estragos.

Em alguns casos uma leve pancada pode fazer a cabeça se afastar do disco. Geralmente este tipo de problema não tem solução, mas vale a pena fazer um orçamento numa empresa especializada na área de recuperação de dados.

3º Teste: Quando o HD não é detectado na BIOS… Ótimo, talvez o problema pode ser solucionado com a troca da placa lógica externa. A placa pode ser trocada como em todo equipamento eletrônico, porém, deve-se levar em conta: Marca/Modelo/Série (ex: WD Caviar Blue WD3200AAJS-00L7A0 HD da Western Digital de 320 GB) têm que ser idênticos;

Fique de olho no formato da placa, além dos dados de identificação previamente citados. Alguns componentes da placa também podem ser trocados, basta que exista um técnico em eletrônica disposto à fazer isto.

Alguns casos de barulho na cabeça de leitura podem ser solucionados congelando o HD. Se o HD tiver cabeças de leitura arranhando as trilhas, impossibilitando o acesso a seus dados, deixá-lo no freezer fará com que os cilindros se contraiam e assim as cabeças desencostarão das trilhas. Por um intervalo curto de tempo (enquanto houver contração nos metais), o HD poderá voltar a girar, até que o HD aqueça. Esse tempo é suficiente para a gravação dos dados em outra mídia, recuperando assim os arquivos desejados. Recomenda-se, por razões óbvias, embalar o HD de forma hermética antes de inseri-lo no freezer. Portanto, veja ressalvas no link abaixo.
Fonte: site Tecmundo

Veja neste vídeo uma segunda opção:
             

Para saber mais dicas sobre o assunto acesse: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário



                                                     AVISO IMPORTANTE:
       Amigos, informamos que não atenderemos pedidos de links feitos através dos "Comentários", pelas "Redes Sociais", ou ainda pelo "Chat" do blog. Com o intuito de    agilizarmos o atendimento os leitores deverão usar exclusivamente o "Email" do blog.
 

                            Encontre-nos nas Redes Sociais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...