Faça seu Registro Aqui

bandeira-brasil-imagem-animada-0009
Encontre-nos
Bem-vindos, Amigos!   Informamos que Só atenderemos pedidos de Informações de Seguidores Registrados no Blog
e se forem solicitados única e exclusivamente através do nosso Email.   Registre-se logo abaixo à Direita.

11 novembro 2014

Conversão de Arquivos de Audio Menores para Formatos de Maior Qualidade



Por esses dias recebemos um email nos solicitando ajuda para encontrar um programa que converta Mp3 ou CDDA para FLAC. Hoje, complementaremos a matéria anterior, esclarecendo o assunto de forma rápida e bastante elucidativa, pois acreditamos que o tema ainda é uma grande dúvida de boa parcela dos internautas.

Antes de converter qualquer arquivo de áudio você deve compreender que a conversão de arquivos é uma forma de comprimí-los para tamanhos menores, como a própria palavra exprime. Compressão é o procedimento de apertar, diminuir ou encolher esse arquivo, suprimindo dele algumas frequências do áudio original, principalmente os não audíveis para o ouvido humano, para que o arquivo fique menor e ocupe menos espaço no seu HD.

Num exemplo grosseiro, seria como se você, maestro, retirasse de sua orquestra um pouco de violinos; outro tanto de violoncelos; reduzisse pela metade o número de intrumentos de sopro; e mais alguns outros, para que a orquestra se encaixe no orçamento e no espaço onde irá tocar. Certamente o público ouvinte continuará escutando a execução desses instrumentos nas músicas, porém, não temos como fazer essa nova orquestra (menor) executar partituras com a mesma sonoridade e qualidade da anterior, pois falta-lhe membros, espaço e instrumentos. Assim acontece com os arquivos já comprimidos, que nunca mais voltarão a ter mais qualidade do que pode oferecer aquele nível de compressão em que ele se encontra.

Trocando em miúdos essa conversa toda, queremos dizer que é impossível alguém pegar um arquivo Mp3, por exemplo, e convertê-lo para CCDA ou mesmo para FLAC (ou qualquer outro formato de áudio maior), achando que está melhorando sua qualidade. Na realidade, o que aumentou foi só o tamanho do arquivo; o resto continua do mesmo jeito. Portanto, nunca queira melhorar qualidade de áudio convertendo-o para um formato maior, pois assim você somente perderá espaço no seu HD, nada mais.

Se quiser arquivos de qualidade você terá que já encontrá-los num formato não comprimido na internet, ou, pelo menos, com pouca compressão como os formatos CDDA (CD) e FLAC que citou, além de outros como WAV, M4A, APE, AIFF, etc; ou então ripar o vinil ou o CD já no formato desejado, aí sim! E, como me foi perguntado, para isto, sempre usei o excelente programa "Easy CD-DA Extractor" que cria (grava), ripa (extrai) e converte praticamente qualquer formato de arquivo de áudio em outro. Ele é pago, mas deve existir versões crackeadas na internet para baixar. Mas existem outros, não tão completos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



                                                     AVISO IMPORTANTE:
       Amigos, informamos que não atenderemos pedidos de links feitos através dos "Comentários", pelas "Redes Sociais", ou ainda pelo "Chat" do blog. Com o intuito de    agilizarmos o atendimento os leitores deverão usar exclusivamente o "Email" do blog.
 

                            Encontre-nos nas Redes Sociais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...