Faça seu Registro Aqui

bandeira-brasil-imagem-animada-0009
Encontre-nos
Bem-vindos, Amigos!   Informamos que Só atenderemos pedidos de Informações de Seguidores Registrados no Blog
e se forem solicitados única e exclusivamente através do nosso Email.   Registre-se logo abaixo à Direita.

24 março 2016

Genesis - Selling England By The Pound (1973)
Uma das Bandas Criadoras do Rock Progressivo


A banda britânica de rock progressivo formada em 1967 por Peter Gabriel, Mike Rutherford, e Tony Banks alcançou um enorme sucesso as décadas de 70, 80 e 90, sendo os anos 70 a sua fase mais criativa. Com vários milhões de álbuns vendidos no mundo todo, a banda está entre as maiores bandas de todos os tempos e é amplamente conhecida pelas fases musicais distintas: até 1977 o gênero foi Progressivo e de 1978 em diante partiram para o gênero Pop (infelizmente).

Além das estruturas complexas de suas músicas que sempre foram muito bem elaboradas, a qualidade e a formação musical dos componentes foi o que qualificou e deu personalidade ao grupo. Outra identidade também eram as apresentações teatrais feitas pelo "frontman" da banda, Peter Gabriel. A presença extravagante e teatral de Peter Gabriel no palco envolvia numerosas mudanças de vestuário e histórias surreais contadas como introdução para cada música. Isso fazia da banda uma das mais comentadas nos anos 70, principalmente no que dizia respeito a espectáculos ao vivo.

Tudo isso a transformou numa das bandas mais reverenciadas do rock progressivo na década de 70. Infelizmente, Peter Gabriel deixou a banda em 1975 e Steve Hackett em 1977; e partiram para a carreira solo, abalando assim o estilo progressivo da banda. Mas, já no album "A Trick of the Tail", de 1976, percebia-se levemente um sinal de abandono do rock progressivo pela banda. E a partir dos anos 80, a banda tomou um caminho diferente, em direção ao Pop Rock. Provavelmente foi a saída dos dois que forçaram a banda a mudar de estilo.   Assim o êxito da banda pelos anos  80  estaria assegurado, embora muitos fãs (como eu) da era Peter Gabriel e Steve Hackett se sentissem meio que alienados.

Cada novo álbum tornava-se mais e mais comercial e as audiências aumentavam na mesma proporção. Os concertos aumentaram consideravelmente devido à adesão da banda às tecnologias de ponta, pois foi a primeira banda a usar "Vari*Lites", ecrãs gigantescos e o sistema de som "Prism", todos eles, equipamentos  normais  em qualquer grande espectáculo hoje em dia. Como um grupo que influenciou o crescimento do movimento progressivo do rock, e apesar de desfeita em 1999, a banda tem sido até hoje uma influência para inúmeras outras do estilo. 

Me lembro que nos anos 70 inclusive, quando tínhamos o jornal "Novidade" aqui em São João Nepomuceno, do qual eu era um dos editores, chegamos a enviar o nosso editor musical ao Rio de Janeiro para cobrir a primeira apresentação dessa espetacular banda aqui no Brasil, no estádio Maracanã. E o estádio ficou lotado com gente de todo o país. wikipedia 
Tracklist
1 - Dancing with the Moonlight Knight (8.02)
2 - I Know What I Like (In Your Wardrobe) (4.08)
3 - Firth of Fifth (9.36)
4 - More Fool Me (3.12)
5 - The Battle of Epping Forest (11.48)
6 - After the Ordeal (4.11)
7 - The Cinema Show (10.50)
8 - Aisle of Plenty (1.52)

Nenhum comentário:

Postar um comentário



                                                     AVISO IMPORTANTE:
       Amigos, informamos que não atenderemos pedidos de links feitos através dos "Comentários", pelas "Redes Sociais", ou ainda pelo "Chat" do blog. Com o intuito de    agilizarmos o atendimento os leitores deverão usar exclusivamente o "Email" do blog.
 

                            Encontre-nos nas Redes Sociais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...