Faça seu Registro Aqui

bandeira-brasil-imagem-animada-0009
Encontre-nos
- Olá, bem-vindo!    Siga-nos na rede social G+ e solicite por email informações adicionais sobre a postagem de seu interesse -
- ¡Hola, bienvenido!    Síguenos en la red social G+ para solicitar información a través de correo electrónico sobre el tema de su interés -
- Hello welcome!    Follow us on the G+ social network and request additional email information about the post of your interest -

31 janeiro 2015

Como Baixar Discos, Vídeos, Jogos e Filmes por "Torrents"



Baixar arquivos Torrents é uma das coisas mais fáceis e revolucionárias. Além de fácil, é rápido, seguro e ainda pode ser baixado em várias etapas, o que é muito útil quando o arquivo é muito grande, como um filme, ou uma discografia de uma banda, por exemplo. Depois que você pegar a manha da coisa nunca mais vai querer saber de eMule, Ares, Shareaza e outros compartilhadores de arquivos.

Torrent é um tipo de arquivo utilizado por um sistema de transferência do tipo P2P (Peer to Peer), num processo semelhante ao do "eMule" por exemplo, onde os arquivos transferidos são divididos em partes e cada pessoa que tem tal arquivo ajuda a montar este quebra-cabeça, que é um novo download de um novo usuário. Isso reduz significantemente a perda de velocidade de internet para quem está cedendo parte do arquivo original, ao invés de cedê-lo totalmente. O torrent é baixado de uma maneira não sequencial e vai-se “montando” o novo arquivo como se fosse um quebra-cabeça, juntando-se as diferentes partes, baixadas de diferentes pessoas, até completar totalmente o arquivo baixado.

Para conseguir baixar ou compartilhar estes arquivos, é necessário usar um programinha específico, como o "uTorrent", dentre outros. Aqui você encontra uma série destes programas gratuitos para baixar e que são de fácil e intuitiva instalação.

Primeiramente, você precisará deste programa, que lhe permite abrir os arquivos torrent baixados, e assim, fazer os downloads que quiser. Eu recomendo o uso do "uTorrent" por diversos fatores, dentre eles o fato de ser bem completo, simples e leve; é só baixar e usar. Instalado no seu computador, ele obtém as informações de quantos usuários (seeds) possuem o que você procura. Quanto mais usuário o que você procura tiver, mais rápido é o download. Também nos mostra todas as informações contidas dentro destes arquivos e se encarrega sozinho de proceder toda a comunicação entre você e os demais usuários clientes que possuem o arquivo em questão. Daí, ele começa a baixar vários pedacinhos do arquivo, um de cada usuário, até completar o seu.

Agora que você já tem o programa, basta achar um site onde você possa baixar tais arquivos. Você pode tentar encontrar o que quiser, e quando eu digo o que quiser, é o que quiser mesmo. Jogos, filmes, seriados, programas e um vasto conteúdo no "IsoHunt", um dos maiores sites agregadores de torrent existente hoje em dia. Outros muito famosos são o "PirateBay", o Kickass, o "Mininova". Para localizar outros sites de torrents, você pode também procurar por outros endereços na internet, onde certamente irá encontrar uma série de sites com links para baixar o que procura.

Citando como exemplo, para baixar um CD por via torrent, pesquisa-se por ele no Google ou em qualquer outro buscador na internet, colocando na busca as seguintes palavras-chave:

NOME DA BANDA   -  NOME DO ÁLBUM   (ANO LANÇAMENTO)   -   TORRENT

Daí, pesquisamos nos endereços indicados e, encontrado o arquivo, clicamos em: "baixar torrent" ou "Torrent", ou "Download", ou algo parecido; e fazemos o download do torrent, que contém as informações e o direcionamento necessário, e que, geralmente são arquivos muito pequenos e rápidos de baixar. Depois abra-o no uTorrent dando dois cliques no ícone verde do torrent baixado. Uma nova janela abrirá. Aí é só escolher a pasta onde você quer salvar o arquivo a baixar, dar OK e pronto. Agora é só esperar terminar o download! Parece complicado mas é a coisa mais simples e rápida do mundo!

O sistema torrent nos dá três boas vantagens que outros sistemas não possuem, que são: visualizar antecipadamente todo o conteúdo do arquivo;  dele, poder baixar somente o que desejar; e ainda,    parar o download e recomeçá-lo numa outra oportunidade, sem perder nada do que já foi baixado. Não é demais?!.. Agora que você já conhece alguns dos maiores sites sobre o assunto e já tem o programa, é só procurar o que quiser e baixar o seu  arquivo torrent. É tão prático que não irá querer outra coisa!

30 janeiro 2015

Johnny Rivers - Sucesso do Rock And Roll Americano Anos 60/70



Johnny Rivers é um cantor, compositor, produtor e guitarrista americano, cujo repertório inclui o pop, o folk, o blues e o velho rock 'n' roll puro, além das várias versões cover que foram sucesso em sua carreira. Fez bastante sucesso durante as décadas de 60 e 70 emplacando várias canções no Top 10 da Billboard Hot 100, entre 1964 e 1977, com grande alcance mundial.

Vendeu cerca de 30 milhões de discos ao longo de sua carreira. Dos grandes sucessos podemos citar: "Memphis", "Mountain of Love", "The Seventh Son", "Secret Agent Man", "Poor Side of Town", "Baby I Need Your Lovin", "Do You Wanna Dance", "You've Lost That Lovin' Feeling" e "Summer Rain". Vendeu cerca de 30 milhões de discos ao longo de sua carreira musical.

Para matar a saudade e relembrar aquele maravilhoso tempo que você bem conhece, sugiro conhecer a coletânea "Johnny Rivers - Anthology, 1964-1977", lançada em 1991, que reúne o melhor de sua discografia, além de todas aquelas belas canções das famosa brincadeiras que aconteciam nos anos 70...

Johnny Rivers - Do You Wanne Dance (tradução)

             

Johnny Rivers - Baby I Need Your Lovin' (tradução)

             

Johnny Rivers - Sunny

             

28 janeiro 2015

Baseado Em Blues - Engano

             

Baseado Em Blues - Velha Roupa Colorida

             

Baseado Em Blues - Street Dog Blues

             

Baseado Em Blues - Banda de Blues Nacional Anos 90



Criada em 1992, a banda carioca Baseado em Blues é considerada um dos expoentes do Blues nacional. Com três CD’s já gravados, o grupo é reconhecido por onde passa devido, principalmente, a qualidade do trabalho desenvolvido. Com influências de BB King, Buddy Guy, Stevie Ray Vaughan, Ottis Rush, entre outros, o Baseado em Blues está construindo uma carreira vitoriosa. Apesar dos obstáculos que fazem parte de qualquer artista, o grupo tem uma personalidade própria que impressiona.

O grupo começou com o gaitista Jefferson Gonçalves e o vocalista André Casquilho tocando em pequenas casas noturnas no Rio, chegando a se apresentar, inclusive, no Circo Voador. Em seguida obtiveram alguma repercussão com uma fita demo enviada à Rádio Fluminense, que abria espaço para o blues em sua programação. Em 1996 chegam ao primeiro disco, “Baseado em Blues”, pelo selo Space Music da gravadora Velas, com clássicos do blues e composições próprias. O CD conta com um som influenciado pelo blues de raiz norte-americano, contando com a participação de nomes tradicionais do blues como Flávio Guimarães e Otávio Rocha (Blues Etílicos), Rick Ferreira, que já tocou com Raul Seixas, Arnaldo Brandão, Erasmo Carlos entre outros, e com Daniel Cheese como produtor musical.

Mas a caminhada estava apenas começando. Em 1998, depois de excursionarem pelo Brasil para realização de shows, a banda entrou em estúdio para registrar o segundo CD, “Madrugada Blues”, que é a dica de hoje para download, cujo repertório era todo original, à exceção da regravação de “Velha Roupa Colorida”, sucesso de Belchior na voz de Elis Regina. Neste disco contaram ainda com a participação de Celso Blues Boy, com quem fizeram turnê pouco tempo depois. Vale lembrar que neste CD, a banda mostrou um lado swingado que veio reforçado de um naipe de metais e percussão.

Em 2000 gravam a partir de um show no Mistura Fina (RJ) o disco ao vivo “Um Acústico Baseado em Blues” (Blues Time Records). A formação do grupo neste último disco conta com André Casquilho (voz), Jefferson Gonçalves (gaita), Sérgio Rocha (guitarra), Pedro Augusto (teclados), Fabio Mesquita (baixo) e Marco BZ (bateria).

A banda pretende o reconhecimento a nível nacional para que o Blues, um ritmo pouco difundido nos meios de comunicação brasileira, passe a ser respeitado.
Fonte: http://www.mvhp.com.br/nentrevista2.htm

24 janeiro 2015

Gilbert O'Sullivan e Suas Românticas Canções dos Anos 70



Gilbert O'Sullivan é um cantor e compositor irlandês, mais conhecido pelas românticas canções do início dos anos 70 como: "Alone Again (Naturally)", "Clair" e "Get Down", época em que foi eleito pela revista de música Record Mirror o cantor masculino de maior destaque na Inglaterra em 1972.

Em seguida passou a fazer grande sucesso em todo o mundo; registrou cerca de 40 canções, sendo seis delas a número um nas paradas de sucesso. Além dos três maiores sucessos de sua carreira, tal era a sua popularidade na década de 70 que "Matrimony", por exemplo, continua a ser uma de suas composições mais famosas apesar de nunca ter sido um único hit.

Os anos 70 foram para ele o período de gravação de maior sucesso, embora ele tenha gravado nove álbuns de estúdio, inclusive um em 2011, entitulado "Gilbertville". Segundo ele mesmo disse; "Eu escrevo canções pop", mas, a meu ver, seu estilo musical está mais para soft rock. Qualquer boa coletânea certamente trará todos os seus grandes sucessos.

Gilbert O'Sullivan - Alone Again (tradução)

             


Gilbert O'Sullivan - Alone Again (tradução)


Sozinho Outra Vez (naturalmente)

Daqui a pouco
Se eu não estiver me sentindo menos que amargurado
Eu prometo a mim mesmo me tratar
E visitar uma torre próxima
E subir ao topo
E me jogar
Num esforço pra
Mostrar pra quem
Quiser saber como é
Quando você está acabado
Deixado em apuros, na igreja
Onde há pessoas dizendo, Meu Deus isso é difícil
Ela não veio se encontrar com ele!
Não faz sentido ficarmos aqui
Podemos ir embora também?
Foi o que fiz,
Sozinho outra vez, naturalmente

Pensar que ontem mesmo
Eu estava contente, radiante e alegre,
Louco pra que chegasse o dia, mas quem não estaria?
O papel que eu estava pra fazer
Mas como num golpe pra me derrubar
A realidade apareceu
E sem muita cerimônia, com um mero toque
Me deixou em pedacinhos
Me deixando pra dúvida,
Sobre Deus e Sua piedade
Pois se Ele realmente existe
Por que Ele me abandonou
na hora que eu precisei Dele?
Eu estou mesmo,
Sozinho outra vez, naturalmente

Parece que existem mais corações
Partidos no mundo que não podem ser consertados
Desamparados
O que faremos? O que faremos?

Sozinho outra vez, naturalmente

Olhando pra trás, pros anos que passaram
E seja lá o que mais apareça
Eu me lembro que chorei quando meu pai
morreu
Desejando nunca ter que esconder as lágrimas
E aos sessenta e cinco anos
Minha mãe, Deus a levou
Não pode entender porque o único
homem
que ela havia amado sempre havia sido levado
Deixando-a recomeçar com um coração
Muito despedaçado
Apesar do meu estímulo
As palavras nunca foram faladas
E quando ela morreu
Eu chorei e chorei o dia inteiro
Sozinho outra vez, naturalmente
Sozinho outra vez, naturalmente
Trad: letras.mus.br

Gilbert O'Sullivan - Get Down (tradução)

              


Gilbert O'Sullivan - Get Down (tradução)


Descer

Disse uma vez antes
E eu não vou dizer mais nada
descendo, descendo, descendo
Você é um bebê cachorro mau
Mas eu ainda quero você por perto

Você me dá arrepios
Quando você saltar sobre os seus pés
Então, descendo, descendo, descendo
Mantenha as suas mãos para si mesmo
Eu sou estritamente fora dos limites

Era uma vez eu bebi um pouco de vinho
estava tão feliz quanto poderia ser, feliz como poderia ser
Agora eu sou apenas como um gato em um telhado de zinco quente
do bebê, o que você acha que está fazendo comigo

disse uma vez antes
E eu não vou dizer mais nada
Então, descendo, descendo, descendo
Você é um bebê cachorro mau
Mas eu ainda quero você por perto ao redor
eu ainda quero você por perto
ai ai ai

Eu não dou a mínima
E eu gostaria que você se você pode
descendo, descendo, descendo
Você é bebê cachorro mau
Mas eu ainda quero você por perto

Era uma vez eu bebi um pouco de vinho
estava tão feliz quanto poderia ser, feliz como poderia ser
Agora eu sou apenas como um gato em um telhado de zinco quente
do bebê, o que você acha que está fazendo comigo

disse uma vez antes
E eu não vou dizer mais nada
Então, descendo, descendo, descendo
Você é um bebê cachorro mau
Trad: Vagalume

Gilbert O'Sullivan - Clair (tradução)

             


Gilbert O`Sullivan - Clair (tradução)


Clair

Clair ... no momento em que encontrei você, eu juro
Eu senti como se alguma coisa em algum lugar
Tivesse me acontecido, que eu não pudesse ver
E depois ... no momento em que eu a encontrei novamente
Eu senti em meu coração, que nós éramos amigos
E tinha de ser assim, não poderia ser diferente

Por mais que eu tente, eu não sei por que
Você me atinge, de um modo que não posso descrever
As palavras significam tão pouco quando você olha para cima e sorri
Eu não me incomodo com o que as pessoas dizem
Para mim você é mais do que uma criança

Oh, Claire
Claire

Clair, se alguma vez, um momento tão raro
Fosse captado para que todos pudessem compará-lo
Esse momento é você em tudo o que você faz
Mas por que apesar de nossa diferença de idade eu choro
Toda vez que eu a deixo, eu sinto como se fosse morrer
Nada significa mais para mim do que ouvi-la dizer
"Eu vou me casar com você
Você quer se casar comigo, tio ray?"

Oh, Claire
Claire

Clair, eu lhe disse antes "Não ouse"
"Volte para a cama "
"Você não vê que é tarde"
"Não, você não pode tomar alguma coisa"
"Está bem, então espere só um pouquinho"

Enquanto eu, num esforço para pajeá-la, posso recobrar meu fôlego
Ou aquilo que ainda sobrou dele
Você pode ser intolerável a esta hora
Mas de manhã o sol parecerá bem distante
Oh Claire
Claire
Oh Claire


22 janeiro 2015

Banda de Pau e Corda - Raridade da Música Folk Nordestina



A Banda de Pau e Corda surgiu em 1972 na cidade de Recife. O grupo desenvolve canções regionais divulgando a autêntica música popular brasileira, enriquecida pelos diversos rítmos que compõem o nosso cancioneiro, como o maracatú, o baião, o frevo, a ciranda e a toada. Isso deu ao grupo e suas canções uma certa individualidade, de aspecto histórico até, pois veio atender à necessidade de criação de uma música genuinamente brasileira, que não representasse nenhum segmento da costumeira cultura de importação.

Este é o primeiro álbum lançado em 1973 pelo grupo pernambucano, sendo portanto a dica de hoje para download juntamente com o álbum "Redenção", lançado no ano seguinte. Na contracapa do LP, há o seguinte texto de apresentação, escrito pelo sociólogo Gilberto Freyre, conterrâneo dos músicos:

"A poesia escrita no Brasil nasceu no Nordeste: em Pernambuco. Foi isto no século XVI. O poeta, Bento Teixeira. Talvez tocasse viola, como os jovens que morreram em Alcacer-Kibir.

Mas mesmo antes da escrita, deve ter aqui madrugado a poesia cantada. As que primeiro cantou no Brasil o azul de umas águas, o verde de umas matas, o moreno de umas mulheres diferentes das europeias.

De modo que o novo e admirável grupo de jovens do Recife que cantam sua poesia acompanhada de música - os jovens da "Banda de Pau e Corda" - cantam pelo Nordeste de sempre. É novo e é de sempre.

De Waltinho, quase um menino, são quase todas as músicas aqui reunidas. Outro quase menino é o Paulinho, contrabaixo. Roberto Andrade é o letrista de quase todas as músicas do disco. Sérgio Andrade é também letrista e ritmista. José Matias, flautista e Paulo Fernando, violeiro.

Todo um conjunto marcado pelo amor às águas e às mulheres do Nordeste, sem que sejam esquecidos Vitalinos e Caruarus tão das terras menos úmidas, mas também tão nordestinas, desta parte do Brasil. Um Brasil, este - o Nordeste - de onde tem brotado tanta música junto com tanta poesia."

Faixas:

1. Vivência
2. Pai de Barro
3. Recado
4. Lampião
5. Alegoria]
6. Banco de Feira
7. Vida de Vaqueiro
8. Só de Brincadeira
9. A Seca Chegou
10. Ciranda do Mar
11. Voltei, Recife

Banda de Pau e Corda - Vivência

             


Que foi feito da nossa poesia? Que fizeram com a música brasileira? Será que ninguém mais tem sensibilidade para ouvir e viajar com canções iguais a estas?..

Banda de Pau e Corda - Areia

             

Banda de Pau e Corda - Me Diga Homem

             

21 janeiro 2015

Cruzados - Banda de Blues Rock Anos 80



Cruzados foi uma banda de blues rock americana dos anos 80, que apesar de ser muitas vezes taxado como "o próximo grande acontecimento" pelos colegas e críticos musicais, o grupo acabou permanecendo junto por apenas dois álbuns. Essa excelente banda era composta por Tito Larriva (vocal e guitarra), Tony Marsico (baixo e vocais), Steven Hufsteter (guitarra) e Chalo Quintana (bateria).

A banda chegou a abrir shows para "Fleetwood Mac", "INXS" e "Stevie Ray Vaughan", e esteve também no "Farm Aid" cantando "This Land Is Your Land" com Neil Young e Arlo Guthrie. Os dois álbuns que chegaram a gravar: o homônimo gravado em 1985 e "After Dark", de 1987, receberam efusivos elogios de Bob Dylan, John Fogerty, David Byrne, Brian Setzer e Billy Joel, mas o grupo não durou muito mais tempo e a banda se desfez antes mesmo do lançamento do terceiro álbum. Os dois discos são altamente recomendados para quem curte um bom blues rock.

Em 2001 o site da banda lançou a compilação "Unreleased Early Recordings" incluindo a canção "Rising Sun", que contou com a participação de Bob Dylan tocando gaita.
Do site AllMusic

Cruzados - Motorcycle Girl

             

Cruzados - Chains Of Freedom

             

Cruzados - Just Like Roses

             

19 janeiro 2015

Quinteto Violado - Quinteto Violado 1972

             


Ouvir esse som hoje é mais facil e assimilável, mas, apertemos o botão da história e voltemos lá no ano de 1972...

Então me digam! Como esses caras tiveram a audácia de realizar tal façanha musical naquela época? Seria uma inspiração divina eternizada em forma de álbum musical? Também! Mas, além dessa inspiração divina, sem dúvida alguma, somou-se ao grupo uma boa dose de capacitação instrumental, lírica e melódica dos músicos, acrescida ainda de arrojo; de inovação musical; de uma verdadeira mistura que culminou na criação da verdadeira música nacional, onde interferências estrangeiras não tiveram lugar. Isto me faz lembrar com muito prazer da "Banda de Pau e Corda", que, juntamente com mais algumas outras poucas, se propuseram a tal aventura musical.

Quinteto Violado - Raridade Folk Regional Brasileira



Quinteto Violado é um grupo instrumental-vocal brasileiro formado em 1970, na cidade de Recife , que se caracteriza pela interpretação de músicas nordestinas e a realização de pesquisas sobre o folclore brasileiro.

O grupo era inicialmente formado por Toinho na voz e baixo acústico; Marcelo na voz, viola e violão; Fernando Filizola; Luciano na percussão, e Sando na flauta. Na década de 90 passou a ser integrado por Toinho, baixo acústico, compositor, cantor e diretor musical do conjunto; Marcelo, violonista, violeiro, cantor e compositor; Ciano; Roberto Menescal, cantor e percussionista; e o tecladista e arranjador Dudu.

Apresentou-se pela primeira vez, ainda sem a denominação que o tornou famoso, em janeiro de 1970, na Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Pernambuco. Em outubro de 1971, quando se apresentou no Teatro da Nova Jerusalém (Fazenda Nova PE), seus integrantes foram chamados de "os violados", nascendo dai o Quinteto Violado. Gilberto Gil os apresentou ao produtor Roberto Santana, da Phonogram, e o aparecimento do conjunto foi exaltado por Caetano Veloso. E logo começaram a mostrar seu trabalho por todo o Brasil e também outros países. Além da música, realizaram trabalhos didáticos, ministrando oficinas de música em escolas pernambucanas.

A estreia internacional do Quinteto Violado aconteceu um ano depois, no Mercado Internacional de Disco e Edição Musical - Midem, realizado na cidade de Cannes, França. A participação neste evento resultou no lançamento do primeiro disco do grupo e do LP "A Feira no Japão". Nesta mesma viagem o Quinteto foi até Paris, onde se apresentou no Olympia, ao lado de Jorge Benjor, Toquinho e Vinícius de Moraes.

Em 1974, receberam o Troféu Noel Rosa, como "Melhor Conjunto Instrumental do Brasil", pela Associação de Críticos de Arte de São Paulo.

Em 1972 apresentou-se em São Paulo e lançou o primeiro LP, Quinteto Violado em concerto, pela Philips, que incluía Asa Branca (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira). O disco foi lançado no Japão, com o título Asa Branca. Ainda em 1972 fez temporada na boate Monsieur Pujol e no restaurante Di Monaco, no Rio de Janeiro, e no Teatro Vila Velha, de Salvador - BA, seguindo-se atuação no show O Anjo Guerreiro contra as baronesas, em Recife. Com o produtor Marcus Pereira, participou da pesquisa e posterior gravação da série de quatro discos Música Popular do Nordeste (1973), depois reeditados em CD e que contou com a participação especial da cantora Zélia Barbosa, com quem Toinho, Marcelo e Luciano haviam tocado antes da formação do Quinteto. Por sua participação na pesquisa musical, arranjos e produção da série, recebeu os prêmios Noel Rosa e Estácio de Sá, este do MIS, do Rio de Janeiro. Ainda em 1973 gravou o disco Berra Boi (Philips). No ano seguinte montou o show A feira, que lançou Elba Ramalho e foi gravado em LP pela Philips, iniciando também circuito de concertos de música nordestina nas universidades brasileiras.

Em 1975 montou o espetáculo Folguedo (lançado em disco pela Philips), apresentado no adro do Mosteiro de São Bento, de Olinda - PE. O grupo participou ainda do MIDEM, na França, e do Encontro Latino-Americano de Turismo, em Trujillo, Peru. Entre 1977 e 1978 realizou 97 concertos-aula destinados a alunos da rede oficial de ensino de Pernambuco. Realizou varias montagens de grande sucesso: "Missa do vaqueiro (1976)", "Antologia do baião (1977)", "Até a Amazônia (1978)", "Pilogamia do baião (1979)", o infantil "O rei e o jardineiro (1981)", "Notícias do Brasil (1982)", "Kuire (1987)" e "História do Brasil (1987)", todos gravados em LPs e depois reeditados em CDs. Alem desses, gravou os LPs "Desafio" (Independente, 1981), "Coisas que o Lua canta" (Continental, 1983; CD Philips)", "Ilhas de Cabo Verde" (Mato, 1988), "Algaroba" (RGE, 1993), entre outros. Foi de grande importância sua participação na animação do Carnaval do Recife, com apresentações no Bloco Azul, a partir de 1977, sendo em parte responsável pela volta do "Carnaval Participação" às ruas.

Em 1990 o Quinteto levou a seis países da Europa o espetáculo "O Guarany", na sua mais longa excursão internacional. Durante dois meses, o grupo percorreu 20 cidades da Alemanha, Áustria, Bélgica, Suíça, Itália e da antiga Iugoslávia.

Em 1995 produziu e gravou a trilha sonora do filme Corisco e Dadá, dirigido por Rosemberg Cariry. Ao comemorar 25 anos de atividades, em 1997, o conjunto somou em seu currículo: 30 discos lançados no Brasil e seis outros no exterior; dez viagens internacionais; duas premiações no MPB Shell (1980 e 1981), no Rio de Janeiro e três Prêmios Sharp de Música (1993, 1994 e 1996). Em 1996 o grupo montou o espetáculo 25 anos não são 25 dias, na concha acústica da UFPE, reunindo antigos e novos componentes do cenário musical nordestino e, em 1997, foi criada a Fundação Quinteto Violado, com o objetivo de dar apoio a promoções culturais. Esse grupo canta a música de abertura do programa Globo Ecologia.

Em maio de 2008, com a morte do integrante/fundador da banda e presidente da Fundação, Toinho Alves, o grupo deu uma pausa nas apresentações, mas logo decidiu voltar aos palcos. Com um novo integrante, Thiago Fournier (baixo), gravaram o álbum intitulado "Quinto Elemento". A discografia do grupo é extensa, porém considero o primeiro disco, de 1972, o mais importante por ser o marco inicial de toda essa tranformação musical, além de considerá-lo o melhor deles. E, como sempre, o brasileiro, acostumado a consumir culturas alheias, continua desconhecendo o que tem dentro de casa!..
Pesquisa: wikipedia

13 janeiro 2015

Cambio Negro - Hard Rock Nacional de 1989

Esta banda gaúcha de hard rock chamada "Cambio Negro" só lançou este único disco em 1989. E "Cambio" é sem circunflexo mesmo! Formada por Mitch Marini (contrabaixo elétrico e acústico, guitarra, sino, sineta e vocal), Tagore Chenier (voz, flauta e vocal), Marcelo Fornazier (guitarra e vocal), Deio Escobar (guitarra, contrabaixo e vocal), Gelson Schneider (bateria e vocal).

No disco todas as músicas são boas e autorais, com exceção de "Fire", de Jimi Hendrix, onde o grupo também mostra toda a sua potencialidade. Favor não confundir com a banda "Câmbio Negro", um grupo brasileiro de rap rock e hip hop formado em Ceilândia, no Distrito Federal, que misturava o rap com o rock.

Nos anos 60, Mitch, tinha uma outra banda chamada "Swing" que fazia cover dos Beatles e Wings. Atuou em diversas bandas durante sua carreira, entre elas o "Garotos da Rua". Mitch Marini cujo nome verdadeiro era César Vicente Rodrigues Marini veio a falecer em 2006. Uma grande perda para o rock nacional. É certamente um disco que recomendo!

Tracklist : 

01 - Doce Confusão 
02 - Mundo Cruel 
03 - Os Sinos 
04 - Incêndio na Noite 
05 - Modo de Fazer 
06 - 1999 
07 - Apenas Meu Sangue 
08 - Velho Mar 
09 - Fire 
10 - Fora do Meu Caminho


Cambio Negro - Isto É Apenas Meu Sangue

             

Cambio Negro - Modo De Fazer

             

Cambio Negro - Velho Bar

             

11 janeiro 2015

Apocalypse - Amazing - Last Paradise

             

Apocalypse - South America

             

Pena o grupo não produzir vídeos de boa qualidade técnica onde possam valorizar e demonstrar toda a sua potencialidade musical. Aliás, um fato que acontece com praticamente todo grupo nacional.

Apocalypse - The 25th Anniversary Concert

             

Apocalypse - Art Rock Nacional da Melhor Qualidade!



Apocalypse é uma banda de rock progressivo e art rock criada em 1983, que lançou vários álbuns no Brasil e exterior. Influenciada desde o início pelo art rock de bandas como Yes, Rush, Genesis, Pink Floyd, ELP e Marillion, a banda conta com um grande repertório próprio de composições, atualmente com versões também em inglês. A banda excursionou pelos Estados Unidos e pelo Brasil; gravou três DVDs, dez CDs, além de participar de coletâneas internacionais na Espanha, França e Estados Unidos com composições próprias.

A banda surgiu em Caxias do Sul, na serra gaúcha, quando Eloy Fritsch resolveu formar uma banda de rock com colegas de escola. Inspirado nos grupos Pink Floyd, Yes, Genesis, Rush, ELP e Marillion, o grupo sempre esteve na ativa, tocando art rock.

Em 1989 ganharam o Primeiro Circuito de Rock da Região da Serra com a composição própria "Só Você". A canção fez parte de uma coletânea gravada com outras bandas gaúchas da década de 1980. No mesmo ano venceu o Festpop e gravou seu primeiro LP em 1990. Três anos depois, a banda aperfeiçoou seu trabalho, passando a compor um repertório art rock e gravando os CDs "Perto do Amanhecer", "Aurora dos Sonhos", "Lendas Encantadas" e "Refúgio", que foram lançados na Europa pela gravadora francesa Musea. Em suas letras, a banda aborda temas como a defesa da natureza, conflitos existenciais, fantasia, misticismo, liberdade e ficção científica.

A Apocalypse participou de grandes festivais de rock como o Rio Art Rock Festival, no Rio de Janeiro, Planeta Atlântida no Rio Grande do Sul, ambos em 1998, o Festival Prog Day, realizado nos Estados Unidos em 1999 e o Rock Symphony for the Records, no Rio de Janeiro em 2005, quando gravou o seu primeiro DVD. Em 2006 participou do Rock in Concert Brazil Festival abrindo show para a banda inglesa Uriah Heep no Canecão.

No dia 11 de setembro de 2011 o Apocalypse apresentou suas composições com a Orquestra de Sopros e o Coral Municipal de Caxias do Sul. O Concerto intitulado Rock Sinfônico reuniu mais de 80 músicos no palco do Teatro da Universidade de Caxias do Sul sob a regência do maestro Gilberto Salvagni. Ainda no ano de 2011 o Apocalypse lançou o box comemorativo "The Apocalypse 25th Anniversary Box Set" reunindo um DVD com o shows, o CD ao vivo Magic Spells, um livro escrito pelo jornalista e produtor Eliton Tomasi contando toda história da banda e, por fim, o álbum de estúdio 2012 "Light Years from Home".

No dia 09 de maio de 2012 o Apocalypse recebeu o Prêmio Açorianos de Música - Menção Especial no Theatro São Pedro em Porto Alegre. Nesta mesma cerimônia o vocalista Gustavo Demarchi também recebeu o prêmio de melhor design gráfico por ter criado a arte para o Box: 25anos - The Apocalypse 25th Anniversay Box Set.

Em 26 de maio de 2013 o Apocalypse abriu o show do grupo inglês Yes - ícone do rock progressivo mundial. O show ocorreu no Auditório Araújo Viana em Porto Alegre (RS) para aproximadamente 3 mil pessoas. No mesmo ano o DVD The Bridge of Light é lançado na Europa pela gravadora Musea. Em 1998 foi lançado a coletânea "Apocalypse - The Best of Apocalypse", que reune as maiores criações do grupo.
Fonte: Wikipedia

08 janeiro 2015

Baixar Vídeos Youtube de Modo Rápido e Descomplicado



          As vezes, vídeos são sumariamente deletados do YouTube e você pode nunca mais vê-los. Por isso, compensa fazer backup e guardar seus vídeos preferidos num HD à parte. Basicamente existem três formas de fazer isso: usando serviços on-line, com ajuda de programas instalados, ou pegando o arquivo direto de uma pasta temporária.

       1) Dentre várias opções de download podemos citar uma de serviços on-line que, inclusive, é a que uso no meu dia a dia por ser bastante prática e rápida, pois é só colocar a palavra “link” (sem aspas) antes da palavra "youtube" da URL do vídeo e dar "enter".

Por  exemplo:  se você quer baixar um  vídeo  que  tem  como  URL  o  endereço http://www.youtube.com/watch?v=hRv7_vEZruM, no processo de download o link se transforma em  http://www.linkyoutube.com/watch?v=hRv7_vEZruM.

Logo em seguida abrirá um site em que é possível baixar este vídeo diretamente, com várias opções de formato e resolução. Geralmente escolho o formato Mp4 e depois de baixado converto-o para o formato VOB, que é o formato comum para DVD. Para essa conversão uso um programinha muito simples, leve e gratuito chamado "VSO ConvertXtoDVD3", que converte praticamente todos os formatos para DVD; é em português e ainda nos dá a opção de gravá-lo num CD.

       2) Outra opção 100% web é o Keepvid.com. É só colar a URL do vídeo e apertar o botão "download"  para que a cópia comece.

       3) Além da opção nº1, que realmente é a mais simples e descomplicada, podemos também baixar os vídeos diretamente com algunss programinhas  pequenos e fáceis de se instalar que fazem downloads de vídeos. Segue abaixo o nome e o endereço de alguns para download.

JDownloader
Além de baixar vídeos do YouTube… ajuda a furar fila em sites como Rapidshare, EasyShare e 4Shared e muitos outros.
.
Youtube HD Transfer
Além de baixar vídeos do YouTube… permite escolher a definição dos FLVs e MP4s e se o arquivo terá legendas ou marcações.

Chrome YouTube Video Download
Além de baixar vídeos do YouTube… funciona dentro do Chrome!

FlashGot
Além de baixar vídeos do YouTube… funciona dentro do Firefox e permite baixar todos os tipos de formatos multimídia presentes na web!

No Linux…
Diferente do sistema Windows, no sitema operacional Linux a coisa é ainda mais fácil que tudo isso aí. Ao carregar um vídeo até o final, vá até o diretório TMP, que o vídeo já está lá prontinho.
créditos: info.abril
     

03 janeiro 2015

10cc - Grupo de Art Rock Britânico Anos 70



10cc foi uma banda britânica de art rock famosa na década de 1970. Além do art rock, também produziam canções no estilo soft rock, pop rock e rock progressivo, nesta ordem de preferência.

A banda era inicialmente formada por quatro músicos que já tinham composições em parceria e que gravaram juntos por cerca de três anos até assumirem o nome "10cc" em 1972.

Em 1975, a banda atingiu o seu maior sucesso com a famosa canção "I'm Not in Love" além de outros hits como: Silly Love, Wall Street Shuffle e Dreadlock Holiday; sucessos esses que logo chegaram até nós, fazendo grande sucesso nas rádios da época.

Desde 1999, Gouldman tem feito uma turnê com uma versão da banda formada por Rick Fenn, Paul Burgess, Mick Wilson, Mike Stevens e/ou Keith Hayman, com aparições ocasionais convidado por Kevin Godley. Em 1012 foi lançada a coletânea acima: "10cc - I'm Not in Love The Essential Collection", com 2 CDs recheados de sucessos da banda.
Pesquisa: Wikipediapt.wikipedia.org

10cc - I'm Not In Love (tradução)

             Não


10cc - I'm Not In Love (tradução)

Eu não estou apaixonado

Eu não estou apaixonado
Então não se esqueça
É só uma fase boba pela qual estou passando
E só porque eu te ligo
Não me entenda errado
Não pense que você conseguiu
Eu não estou apaixonado
Não, não
É porque

Eu gostaria de te ver
Mas mesmo assim
Não significa que você significa muito para mim
Então se eu te ligar
Não faça estardalhaço
Não fale para seus amigos sobre nós dois
Eu não estou apaixonado
Não, não
É porque

(Fique quieto, meninos grandes não choram)

Eu mantenho sua foto
Pendurada na parede
Ela esconde uma mancha feia que está lá
Então não me peça
Para lhe devolvê-la
Eu sei que você sabe que não significa muito para mim
Eu não estou apaixonado
Não, não
É porque

Ooh, você vai esperar muito tempo por mim
Ooh, você vai esperar muito tempo

Eu não estou apaixonado, eu não estou apaixonado

10cc - Rubber Bullets

             

10cc - Wall Street Shuffle

             

                            Encontre-nos nas Redes Sociais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...